Servidores municipais de Mauriti completarão dois meses de salários atrasados - Som da Terra FM - sdt

últimas

http://stream.sejahost.com.br/player-html5/ODc4NCtZ?skin=sem_rtmp&autoplay=true&cor=126999

Post Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Servidores municipais de Mauriti completarão dois meses de salários atrasados

Servidores contratados completam quatro meses. (Foto: Beto Oliveira)

 Há quase dois meses sem receber salários, os servidores públicos municipais reivindicam a regulamentação do pagamento junto à Prefeitura Municipal. No último dia 05 de dezembro, foram pagos os valores referentes aos mês de outubro. Alguns servidores temporários, em regime de contrato, por exemplo, estão há quatro meses sem receber, além do décimo terceiro.
A situação mais grave é na Educação Infantil que são os últimos a serem pagos. “Estamos trabalhando dois meses para receber um”, denuncia uma servidora que não quis se identificar. Segundo ela, a Prefeitura disse que não tem dinheiro, mas promete que no ano que vem será regularizado.  A gestão do prefeito Mano Morais optou por pagar os professores, mas atrasa da equipe técnica – auxiliares de limpeza, administrativo, merendeiras. “O pagamento era ser no quinto dia útil, hoje ninguém sabe mais. Mas a gente vê todo mês entrando dinheiro”, completa.
De acordo com a auxiliar de limpeza, Rosa Figueiredo, nos primeiros quatro meses da atual gestão, os pagamentos eram regulares, mas, a partir de maio, começaram os atrasos. Agora ela não consegue pagar as contas em dias. “Tudo atrasado. As contas chegam e a gente vai guardando”, afirma. Outra servidora passa pelo mesmo problema.  “É um constrangimento, porque a gente recebe as cobranças. Tem juros de cartão, banco, as contas acumulando”, conta aflita.
Além disso, os servidores municipais estão insatisfeitos, pois a Prefeitura Municipal irá realizar, no dia 31 de dezembro, a festa de réveillon na cidade. Serão três bandas contratadas e show pirotécnico, na Praça da Matriz. No entanto, essa medida é contrária a recomendação do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE) que, em ofício enviado dia 6 de dezembro, espera que os gestores “abstenham-se de realizar despesas, repasses ou assunção de dívidas relacionadas à eventos e shows, em detrimento do equilíbrio das contas municipais e da prestação de serviços públicos de qualidade”.
A Prefeitura Municipal de Mauriti foi procurada pelos telefones, mas todos estão ocupados. Já o contato do prefeito Mano Morais, de seu Chefe de Gabinete e do secretário de Finanças também não teve retorno. Pela página do Facebook, também não foi obtido qualquer esclarecimento.

Antonio Rodrigues/ Blog Diário do Cariri- Diário do Nordeste



Nenhum comentário:

Post Top Ad