2018. A encruzilhada política em Mauriti - Som da Terra FM - sdt

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

2018. A encruzilhada política em Mauriti

2018. A encruzilhada política em Mauriti (Foto: Reprodução)


Depois das festas da diplomação e posse do novo prefeito de Mauriti, Mano Morais (PDT), e seu vice Vitor Martins (PTB), a tendência é que as discussões políticas se intensifiquem. No momento, nas rodas políticas, a dúvida é quem serão os candidatos a deputados que a nova administração apoiará em 2018.

Na corrida por uma cadeira na Assembleia Legislativa, o nome mais forte é, sem dúvida, o do prefeito de Brejo Santo, Guilherme Landim (PDT). Apesar da boa relação com a nova gestão, Guilherme não será unanimidade no grupo.

O ex-prefeito Marcio Martins, principal apoiador de Mano não vota em Guilherme e promete dividir a gestão. O vice-prefeito é irmão e foi indicado por Márcio, que deve trazer um nome do PSDB para analise do grupo em 2018. Guilherme já teria demonstrado sua insatisfação com a situação.

Mais disputa

Além da grande encruzilhada que o prefeito eleito Mano Morais, está sendo submetido internamente, os eleitores do município devem ver, ainda, uma grande guerra por votos. Com a divisão dos grupos do PT e PDT, a tendência é que cada um apresente seus nomes para 2018.

Os petistas, derrotados na última eleição prometem retomar a legitimidade com uma expressiva votação em favor de seus candidatos. Por enquanto, Isaac Júnior e Evanildo Simão não falam em candidaturas, mas seus correligionários prometem surpresas. Em Mauriti há uma tendência de que, pelo menos, três candidaturas fortes disputem a próxima eleição.

Na busca de fortalecimento político, o prefeito Evanildo Simão articula sua ida para o Governo do Estado. Ele conta com a ajuda do deputado federal José Guimarães.



Com informações do Madson Vagner

Nenhum comentário:

Post Top Ad