Secretário anuncia 1.000 empregos em fábrica de calçados para o município de Brejo Santo - Som da Terra FM - sdt

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Secretário anuncia 1.000 empregos em fábrica de calçados para o município de Brejo Santo

instalações da nova fábrica de Calçados da Dilly  Foto:Divulgação

O Secretário para Assuntos Internacionais, Antônio Balhmann, acompanhado do empresário Fabiano Dilly, visitou as instalações da nova fábrica de Calçados da Dilly a ser inaugurada no Município de Brejo Santo. Os números do empreendimento apontam para o aquecimento do mercado de trabalho com a abertura de quase 1.000 novas vagas, segundo Balhmann, até o final do ano em Brejo Santo e cidades vizinhas.
“A fábrica está maravilhosa e os especialistas americanos e alemães da Puma que estiveram no local inspecionando as instalações já a consideram a mais moderna e melhor fábrica de tênis do Brasil”, comemorou Antônio Balhmann, que, ao longo dos últimos anos, assumiu a luta para instalação da Dilly em Brejo Santo. Sem fazer estardalhaço, Balhmann trabalha para entrada de novas empresas no Interior do Ceará e, principalmente, na área do Complexo Industrial e Portuário do Pecém.
Um dos primeiros passos concretizados nessa área portuária foi a ampliação da área da ZPE (Zona de Processamento e Exportação), o que permite a atração de empresas nacionais e internacionais. Após assumir a Secretário para Assuntos Internacionais, Balhmann esteve, em duas oportunidades na China, e amplia negociações com grupos interessados em se instalar no Pecém.
Ele destaca, em conversa com o site cearaagora, que, por orientação do Governador Camilo Santana (PT), a ordem é trabalhar, ampliar negociações e manter discrições sobre as relações construídas para o Ceará ganhar novas indústrias e mais gerar novos empregos. Segundo Balhmann, não adianta falar e repetir informações sobre entendimentos enquanto as parcerias não forem concretizadas. ”Mas em breve teremos boas notícias”, afirma Balhmann, em meio a turbulência econômica enfrentada pelo Brasil.

Com informações do Ceara Agora

Nenhum comentário:

Post Top Ad