Dor e muita comoção marcaram o sepultamento do Coronel Macedo em Juazeiro do Norte - Som da Terra FM - sdt

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Dor e muita comoção marcaram o sepultamento do Coronel Macedo em Juazeiro do Norte

Corpo do Coronel Macedo foi sepultado esta tarde em Juazeiro. (Foto: Cícero Valério/Agência Miséria)

Milhares de pessoas entre parentes e amigos participaram das últimas homenagens ao Coronel Hervano Macedo Júnior, cujo corpo foi sepultado no final da tarde desta sexta-feira no Cemitério Parque Anjo da Guarda em Juazeiro do Norte. Foram momentos de dor, tristeza e muita comoção nas despedidas ao oficial que faleceu aos 52 anos na manhã de ontem em sua residência no bairro Lagoa Seca em virtude um câncer no pâncreas.

A missa de copo presente foi celebrada pelo Capelão Vitor Hugo da Polícia Militar nas presenças de Fernando Santana, representando o governador Camilo Santana; do Secretário de Segurança do Ceará, Delci Teixeira; do Chefe da Casa Militar, Coronel Tulio Studart, à frente do alto comando da PM no Ceará; o prefeito de Juazeiro, Raimundo Macedo, e outras autoridades, além de policiais civis e militares dos estados do Ceará, Pernambuco e Paraíba.

O Comandante do 2º BPM, Coronel Herman Macedo, que era irmão do Coronel Macedo, não escondia o abatimento e a tristeza sempre ao lado do pai e ex-vereador em Milagres, Hervano Macedo. Os dois filhos adolescentes do oficial e a viúva, Glória Crisitna, eram o retrato da desolação ao lado da urna mortuária. Após a liturgia, Fernando Santana leu uma mensagem do governador na qual agradece, em nome dos cearenses, pelos mais de 32 anos de serviço em prol da segurança púbica.
Comandante Geral da PM do Ceará, Coronel Pinheiro entrega a bandeira do estado a viúva, Glória Crisitna. (Foto: Cícero Valério/Agência Miséria)

“Homem que sempre teve a coragem de enfrentar os desafios com muita determinação”, destacou noutro trecho. Logo depois, o caixa seguiu para o sepultamento em meio às honras militares com o toque de silêncio executado por corneteiros do Batalhão e uma salva de tiros. Tão logo o Site Miséria noticiou a morte do Coronel Macedo, foram muitas as mensagens enviadas por internautas de todos os lugares sempre lamentando o fato e enviando condolências aos familiares.

“Enquanto faltam palavras sobram a dor e a saudade”, frisou o vereador e radialista Normando Sóracles, que era amigo pessoal do militar. Já a Consultora de empresas Maria Bezerra, o definiu como um grande ser humano que bem cumpriu sua missão na terra e o instrutor Adelácio Cruz acrescentou ter sido o Coronel Macedo um profissional que fez sua parte amparando os necessitados nas provas da vida. Por sua vez o Médico em Tocantis e seu primo, Arimateia Macedo, agradeceu pelos serviços prestados ao Ceará e ao Cariri.
Assista ao vídeo:





Com informações da Agência Miséria/ Demontier tenório 

Nenhum comentário:

Post Top Ad