EXCLUSIVO: Ex-prefeito Hellosman nega desejo de retornar ao MDB: />
Noticias de Ultima Hora Som da Terra

"As velhas práticas, jogos e conchavos continuam", diz Figueiredo sobre gestão de Lielson


Foto : M7 Notícias 

O economista Cícero Figueiredo (PT) usou a caixa de comentários de uma postagem do Portal OKariri, no Facebook, para ratificar, segundo ele, de "forma definitiva e irreversível", a candidatura própria majoritária do Partido dos Trabalhadores à eleição municipal deste ano.

O portal OKariri publicou matéria tendo como referência a entrevista que o presidente estadual do PDT, o deputado André Figueiredo, na qual destacou a boa relação entre sua agremiação e o PT. O site questionou na manchete se a 'boa relação' se aplicava também a Milagres, município no qual tanto PDT, quanto PT, já anunciaram pré-candidaturas a prefeito. 

Figueiredo disse que não vai subordinar sua pré-candidatura a atual gestão municipal e nem ao grupo político que comanda o Estado a mais de uma década. "Nenhuma influência interna ou externa exercerá qualquer papel decisório sobre essa condição. Apesar da insistência nas matérias em querer subordinar uma pré candidatura minha a vontade da atual gestão municipal ou ao grupo político que comanda o estado, quero reafirmar que pertenço e respeito as decisões do governador Camilo Santana e do senador Cid Gomes, mas em se tratando de Milagres não abro mão de me colocar para disputa. Nem que para isto tenha que optar por uma outra agremiação política", afirmou.

O pré-candidato do PT ainda fez críticas a atual gestão do Prefeito Lielson, dizendo que a mesma segue as velhas práticas e o que povo deseja uma mudança real. "Ademais a população do município clama por uma mudança real, a qual ainda não se fez presente na atual gestão. As velhas práticas, jogos e conchavos os quais tantos criticamos continuam dando o tom da condução política. Não é  justo submeter o povo mais uma vez ao pagamento de uma dívida eleitoreira durante os quatro anos seguintes. Ou mudamos de atitude na política milagrenses ou vamos continuar nos lamuriando pelos próximos quatro anos. O povo tem que tomar as rédeas do que é seu por direito", finalizou.


Com informações do M7 Notícias


Postar um comentário

0 Comentários