Açude Cachoeira de Aurora vai ter vazão elevada, mas pode “morrer” em 2017 - Som da Terra FM - sdt

Breaking

Post Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Açude Cachoeira de Aurora vai ter vazão elevada, mas pode “morrer” em 2017

A nova vazão aprovada entrará em vigor imediatamente e a tendência é que possa abastecer as comunidades ribeirinhas ao Riacho Caiçara, pelo menos até as proximidades do Rio Salgado (FOTO: RENATO BRITO/AQUI CONECTADOS)
Populares presentes à “Reunião de Alocação Negociada do Açude Cachoeira”, em Aurora, realizada na última terça-feira (9) decidiram pela elevação da vazão do reservatório, passando de 40 l/s para 50 l/s. A informação é do Aqui Conectados.
Com a liberação de 40 l/s, algumas comunidades situadas abaixo do reservatório estavam reclamando da falta d’água no leito do Riacho Caiçara, que deságua no Rio Salgado.
A nova vazão aprovada entrará em vigor imediatamente e a tendência é que possa abastecer as comunidades ribeirinhas ao Riacho Caiçara, pelo menos atéas proximidades do Rio Salgado.
Segundo o cenário exposto pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), com a liberação de 50 l/s, a partir de agora, o Açude Cachoeira que conta neste momento com 13,14% da sua capacidade, atingirá 7,2% em 31 de dezembro deste ano e considerando que eventualmente não haja recarga hídrica do reservatório ao longo da quadra invernosa de 2017, o reservatório chegará ao seu volume morto em outubro de 2017, ao atingir 0,93%.
Para o Secretário Municipal de Agricultura e Recursos Hídricos de Aurora, José Dácio de Souza, o desperdício do líquido se apresenta como o principal fator negativo neste momento. “É preciso que as pessoas tenham mais consciência da importância da preservação hídrica deste manancial (Açude Cachoeira), pois ainda é possível ver, apesar deste momento crítico em que vivemos, pessoas lavando calçadas, até o asfalto, sem necessidade alguma. Talvez algumas destas só se sensibilizem mesmo com a situação quando for adotada uma medida mais drástica, que venha a pesar no bolso”, disse Zé Dácio.
A reunião foi comandada Rafael Landim (Coordenador do Núcleo de Gestão da Cogerh – Crato) e Rossana Câmara (Analista do Núcleo de Gestão da Cogerh – Crato).
Participaram do evento, moradores de várias comunidades rurais, o Secretário de Agricultura, José Dácio (representando o Poder Público Municipal), representantes da Cagece, representantes do Sindicato dos trabalhadores Rurais de Aurora, dentre outros.
Com informações do Okariri

Nenhum comentário:

Post Top Ad