Messi não chega a recorde, mas Argentina vence Bolívia e avança em primeiro - Som da Terra FM - sdt

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Messi não chega a recorde, mas Argentina vence Bolívia e avança em primeiro

AP Photo/Ted S. Warren

Não foi nesta terça-feira (14) que Messi conseguiu igualar Gabriel Batistuta como o maior artilheiro da seleção argentina, com 54 gols. Na vitória por 3 a 0 sobre a Bolívia, o camisa 10 começou o jogo no banco de reservas e entrou em campo no início do segundo tempo, mas sem conseguir balançar as redes - ele precisa de apenas um tento para atingir o feito.
Antes de Messi entrar, Lamela, Lavezzi e Victor Cuesta já haviam deixado o duelo tranquilo para os argentinos. O primeiro gol saiu logo aos 12 minutos, quando Lamela cobrou falta e contou com desvio para superar o goleiro Lampe.
Apenas três minutos mais tarde, Lavezzi aproveitou rebote em cabeça de Higuaín para aumentar a vantagem. O terceiro gol saiu aos 31 minutos, também do primeiro tempo, quando Lavezzi bateu cruzado e Cuesta desviou para o fundo do gol.
E o que se viu em campo contra a Bolívia foi um Messi "diferente". Primeiro, aos 31 minutos do segundo tempo, colocou a bola entre as pernas do goleiro Lampe com o jogo já interrompido. Quatro minutos mais tarde, se irritou com uma entrada de Campos e encarou o adversário boliviano, que chegou a empurrá-lo na sequência.
Com o resultado, a Argentina se garante na primeira colocação do Grupo D com 9 pontos, três a mais que o Chile. Dessa maneira, a equipe do técnico Tata Martino enfrentará a Venezuela nas quartas de final do torneio. O duelo acontecerá no sábado (18).
Já a Bolívia termina a competição na última colocação da chave, sem nenhum ponto conquistado em três partidas.
Do UOL, em São Paulo

Nenhum comentário:

Post Top Ad