Com recorde e susto, Argentina goleia EUA e vai à final da Copa América - Som da Terra FM - sdt

Breaking

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Com recorde e susto, Argentina goleia EUA e vai à final da Copa América

Lavezzi, Messi e Higuaín (dois) marcaram gols da Argentina contra os EUA (Foto: Bob Levey/Getty Images/AFP)
A Argentina garantiu nesta terça-feira sua vaga na final da Copa América Centenário, disputada nos Estados Unidos. Jogando em Houston contra a equipe da casa, o time do técnico Tata Martino confirmou seu favoritismo, venceu por 4 a 0 e avançou.

A partida foi marcada pelo recorde de Lionel Messi e pelo susto protagonizado por Ezequiel Lavezzi. O camisa 10 fez o segundo gol do jogo, em cobrança de falta aos 32 min do primeiro tempo, e se tornou o maior artilheiro da história da seleção argentina – o astro do Barcelona contabiliza 55 gols, contra 54 de Gabriel Batistuta.

Já Lavezzi, autor do primeiro gol do confronto, deixou o campo aos 20 min do segundo tempo. O camisa 22 saltou para tentar dominar uma bola alta na lateral, mas caiu por cima das placas de publicidade. Com suspeita de fratura no braço, deixou o campo para a entrada de Erik Lamela.

Com a vaga na decisão, a Argentina tem mais uma chance para encerrar seu jejum de títulos, já que não levanta uma taça desde a Copa América de 1993. Desde então, a equipe chegou a seis finais (Copa das Confederações 1995, Copa América 2004, Copa das Confederações 2005, Copa América 2007, Copa do Mundo 2014 e Copa América 2015), terminando sempre com o vice.

O adversário da Argentina na final sai do confronto entre Colômbia e Chile, que medem forças nesta quarta-feira (22), em Chicago. A decisão do torneio acontece no dia 26 de junho, no MetLife Stadium, em Nova Jersey.

Lavezzi abre o placar de cabeça

O primeiro gol do jogo saiu logo aos 3 min do primeiro tempo, em jogada que demonstrou o entrosamento do ataque argentino. Messi aproveitou a sobra de bola no ataque e, de primeira, cruzou de esquerda para a área; livre, Lavezzi cabeceou sem força, tirando do goleiro Brad Guzan.

Messi e o gol do recorde

Coube a Messi ampliar o placar em cobrança de falta aos 32 min da etapa inicial: da intermediária, o camisa 10 bateu de esquerda e mandou no ângulo de Guzan. Foi o 55º gol do astro com a camisa da seleção argentina.

Virou passeio?

Aos 5 min do segundo tempo, veio o terceiro gol da Argentina. Lavezzi cruzou pela esquerda e Higuaín escorou para o gol; Guzan defendeu, mas, no rebote, o próprio Higuaín dominou, tirou para o lado esquerdo e mandou para as redes.

Mas nem tudo é festa

Aos 20 min da etapa final, com o jogo dominado, a Argentina sofreu seu maior susto: Lavezzi tentou dominar a bola na lateral, mas atingiu uma placa de publicidade ao pular e caiu para fora do gramado. Com suspeita de fratura no braço, foi substituído por Lamela.

Número finais ao jogo

O quarto gol da Argentina veio aos 40 min da etapa final, em uma saída de bola errada da seleção dos EUA. Messi aproveitou, invadiu a área pela esquerda e rolou para o lado; livre, Higuaín só precisou bater para as redes e marcar seu segundo gol na partida.

Fonte: UOL

Nenhum comentário:

Post Top Ad