Vasco aumenta "freguesia", vence Flamengo e vai à decisão do Carioca - Som da Terra FM - sdt

Breaking

Post Top Ad

Post Top Ad

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Vasco aumenta "freguesia", vence Flamengo e vai à decisão do Carioca


Virou um carma. Quando o Flamengo encontra a camisa cruz-maltina do outro lado, o resultado é frustrante. São nove jogos sem vitórias depois deste domingo, e a eliminação do Campeonato Carioca. Na tarde teste domingo, o Vasco propôs o jogo, anulou o rival e venceu por 2 a 0, em partida disputada para um grande público na Arena da Amazônia, em Manaus.

Os gols de Andrezinho e Wallace (contra) garantiram com justiça o melhor time do Campeonato Carioca na decisão. O Vasco de Jorginho segue como o único (último) invicto, dono do melhor futebol do Estado e favorito ao troféu por conta da bela campanha registrada na competição.

Diante do Flamengo, então, o torcedor possui ainda mais motivos para sorrir. A ‘freguesia´ recente dos rubro-negros começou antes mesmo da Era Jorginho. Ao todo são nove jogos de invencibilidade do Vasco contra o maior rival, com seis vitórias e três empates. Na temporada são 22 desafios sem qualquer revés.

Compacto e veloz, o Vasco terminou os primeiros 45min com a vantagem merecida no marcador. O time de São Januário abriu o marcador aos 22min, quando Andrezinho pegou rebote dentro da área, após Wallace salvar o Flamengo. O chute do camisa 7 vascaíno passou por todo o sistema marcação rubro-negro e só parou nas redes do goleiro Paulo Victor.

A vantagem permitiu a Jorginho segurar a mesma postura para o segundo tempo. O Flamengo, que ameaçou crescer no início, passou longe de apresentar um volume de jogo que assustasse a defesa. Quando exigido, Martín Silva trabalhou bem e sustentou a diferença no placar.

Não demorou para o Vasco definitivamente se sentir confortável. Aos 11min, em mais uma jogada de velocidade, Riascos recebeu dentro da área e chutou para defesa de Paulo Victor, que viu a bola desviar em Wallace e morrer nas redes. Festa do lado alvinegro em uma Arena Amazônia lotada.

BAILE DE RIASCOS

A proposta do Vasco era clara. A vantagem do empate permitiu ao time de Jorginho especular, esperar e buscar o contra-ataque. Diante de um rival estático e muito espaçado no campo, o time de São Januário criou as melhores chances e chegou ao 1 a 0 justamente na velocidade.

Quando o relógio marcava 22min da primeira etapa, Nenê lançou Riascos em profundidade pela ponta-esquerda. O camisa nove promoveu um ‘baile´, deixou Cesar Martins no chão e cruzou para o mesmo Nenê arrematar para o gol. Wallace ainda salvou em cima da linha.

Para azar rubro-negro, a bola sobrou na medida para Andrezinho, da entrada da grande área, arrematar firme para o gol. A bola ultrapassou todo o sistema de marcação (desarrumado, diga-se de passagem) e estufou as redes defendidas pelo goleiro flamenguista Paulo Victor.

ATRASADO, ATRASADO

As melhores chances do Flamengo originaram-se dos pés de Rodinei. O lateral-direito flamenguista surgiu como a principal opção ofensiva e deu trabalho para o vascaíno Júlio César.

Guerrero, que anteriormente deu trabalho para Martin Silva com um chute de longe, não conseguiu aproveitar a efetividade do lateral-direito flamenguista. Aos 41min, Rodinei avançou pela ponta e cruzou, mas o camisa 9 chegou segundos depois e desperdiçou a grande oportunidade.

QUE AZAR, WALLACE

O Flamengo aumentou o volume de jogo no início da segunda etapa, mas Martín Silva apareceu. Os chutes de fora da área de Mancuello e Alan Patrick pararam no goleiro, e o Vasco não demorou a castigar - como gosta, na velocidade e talento da equipe bem trabalhada por Jorginho.

Aos 11min, Riascos recebeu em ótimas condições na área, mas falhou na finalização. Paulo Victor parou o atacante vascaíno, mas não contava com o azar de Wallace. A bola desviou na perna do zagueiro e se encaminhou mansamente para as redes.

Ali, com 2 a 0 no placar, o flamenguista desanimou de vez. Não demorou para o lado rubro-negro começar a se esvaziar na Arena em Manaus.

PRÓXIMO DESAFIO

O ‘primeiro semestre´ acabou para o Flamengo com a queda deste domingo. A equipe de Muricy Ramalho retornará a campo somente no segundo final de semana de maio, quando o clube estreará no Campeonato Brasileiro diante do Sport.

O Vasco, além dos desafios pela final do Carioca, encara na quarta-feira, a partir das 21h45, o Remo, pela Copa do Brasil.

Fonte: ESPN

Nenhum comentário:

Post Top Ad