Ex-Secretário da Prefeitura de Milagres é preso por tentativa de homicídio e porte ilegal de armas - Som da Terra FM - sdt

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Ex-Secretário da Prefeitura de Milagres é preso por tentativa de homicídio e porte ilegal de armas

(Foto: Okariri)
A polícia Civil realizou na tarde desta terça-feira (15/05) o mandando de busca e apreensão na residência de Eugênio Queiroz. Contra ele pesa a acusação da tentativa de homicídio de Luiz Alberto Landim conhecido como Luiz de Azarias, que é irmão de Lielson Landim, candidato a vice-prefeito na eleição de 2012.
Ao realizarem as buscas, os policiais encontraram na casa do acusado uma cápsula de munição deflagrada de calibre 38, e duas cápsulas intactas de pistola 09 milímetros que é de uso restrito da policia. Segundo a Polícia Civil, Eugênio além de responder pela tentativa de homicídio, deve responder por porte de equipamento de uso restrito a policia. O então o Secretário de Governo da prefeitura de Milagres está preso e a disposição da Justiça.

Entenda o caso

Eugênio Queiroz teve a prisão efetuada por ter tentado contra a vida de Luiz Alberto Landim na sexta-feira (28/08).
De acordo com o relato da vitima para a Policia, era por volta das 15h30min, quando ele estava em seu bar, localizado na Rua José Xavier Dantas, nº 92, Bairro Eucaliptos, quando o Secretário de Governo, Eugênio Queiroz, adentrou o estabelecimento e pedido para Landim deixar de falar do Prefeito da cidade, Hellosman Sampaio. Em seguida, efetuou de sete a oito disparos de arma de fogo em uma distância media de dois metros. A vítima não foi atingida já que se refugiou atrás do balcão.
Consta que minutos antes da tentativa de homicídio, o Prefeito Hellosman Sampaio havia passado em frente ao bar e cumprimentado os presentes.  A vítima teria dito naquele momento: “vai passando, não quero conversa com você não…”.
A arma utilizada no crime foi uma pistola 380. Dois tiros atingiram uma televisão, outro um quadro e dois a parede. Luiz de Azarias informou à polícia ter certeza que a intenção do atirador era matá-lo.
Testemunhas relataram que Eugenio e outra pessoa que não foi identificada estavam em um veiculo tipo Fiat Strada, cor branca, e placas não anotadas quando chegaram e saíram do bar depois do ocorrido empreendendo fuga
Com informações do Okariri

Nenhum comentário:

Post Top Ad