Header Ads Widget

7

Fracassa novamente tentativa de transferência de voto do ex-prefeito Hellosman

 


O ex-prefeito Hellosman Sampaio (PSD) vive seu pior momento enquanto liderança política no município de Milagres, com seu desempenho eleitoral dando sinais claros de desgaste e esgotamento. Novamente ele não conseguiu êxito na tentativa de transferência de votos e viu o número de eleitores favoráveis a seu grupo político diminuir em relação ao pleito passado.

Foto Diário do Nordeste


Com a derrota de seu candidato Abraão Sampaio (PSD) para Cícero Figueiredo (PDT), Hellosman conheceu sua segunda derrota consecutiva, considerando apenas os pleitos municipais. Ele já havia sido derrotado em 2016 pelo atual prefeito Lielson Landim (PDT), que na ocasião, derrotou Neto Napoleão (PSD) candidato do ex-prefeito.

O histórico político de Hellosman revela que transferir votos não é uma de suas virtudes. Das quatro vezes em que apresentou candidato a Prefeito de Milagres, ele só obteve êxito em 2004, quando Meire Lacerda (im memorian) derrotou Esdras Abrão. Além dos fracassos na tentativa de transferir votos para Neto Napoleão (2016) e Abraão Sampaio (2020), Hellosman também não conseguiu êxito em 1992 quando apresentou Wilson Leite (in memoriam), mas Fernando Tavares venceu a disputa com um forte slogan de ‘Liberdade’.

A política de Hellosman mostra decadência se avaliarmos também o número de eleitores que sacramentaram apoio a seu projeto político. Em 2016, 8.402 pessoas votaram em Neto Napoleão. Agora em 2020, apenas 7.744 eleitores sacramentaram apoio a Abraão e a Hellosman. Uma queda significativa de mais de 600 eleitores.

Ou seja, além de perder a eleição, Hellosman também perdeu eleitores.


Fonte M7 Notícias

Postar um comentário

0 Comentários