EXCLUSIVO: Ex-prefeito Hellosman nega desejo de retornar ao MDB: />
Noticias de Ultima Hora Som da Terra

Postos de combustíveis que aumentarem preços de forma abusiva podem ser punidos, alerta Decon

Decon pode punir postos que aumentarem preço dos combustíveis de forma abusiva (Foto: Divulgação)


O Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), Do Ministério Público do Estado, expediu recomendação aos postos de combustíveis no Ceará, nesta quinta-feira (24), que não realizem aumentos nos combustíveis de forma arbitrária.

De acordo com a Decon, como os postos já possuem estoque de combustível, não há justificativa plausível para a remarcação nos preços, aproveitando-se da greve dos caminhoneiros.

Legislação
De acordo com a Lei de Defesa da Concorrência, “é uma infração à ordem econômica e vedado ao fornecedor de produtos ou serviços exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva, assim como elevar sem justa causa o preço de produtos ou serviços”.

O Decon alerta que o descumprimento da legislação acarretará a responsabilização civil e administrativa aos que aumentarem os preços dos combustíveis sem justificativa plausível.

A recomendação do Decon é que os consumidores fiquem atentos e comparem os preços praticados pelo posto e denunciem aumentos abusivos através do telefone gratuito 0800.275.8001. É importante verificar ainda se o valor divulgado é o mesmo que está sendo praticado na bomba de combustível.

O Decon também alerta sobre a necessidade de sempre solicitar a nota fiscal ou fazer um registro fotográfico para apresentar como provas, caso alguma irregularidade seja constatada.

Com informações do G1



Postar um comentário

0 Comentários