Header Ads Widget

7

Banda de Música de Milagres resgata cultura do município, diz maestro

Banda de Música na procissão com a bandeira de Nossa Senhora dos Milagres (Foto: OKariri)

Um dos ícones da festa de emancipação política e da padroeira Nossa Senhora dos Milagres, a Banda de Música do Município encanta milagrenses e visitantes a cada apresentação. É impossível imaginar as festividades do mês de agosto, em Milagres, sem o som dos dobrados da banda fundada em 1966, segundo o maestro Hélio Santana em contato com a reportagem do Portal OKariri e Som da  Terra FM. “É uma das bandas mais antigas do interior do Ceará”, completa.
“Estamos todos os dias tocando nas alvoradas e após a missa, cumprindo nossa missão. A banda hoje tem 27 componentes, um a mais do que no ano passado. São músicos de Milagres e alguns de cidades vizinhas. Temos o exemplo de Ribamar que há 30 anos toca na banda e já é patrimônio da cidade”, ressalta o maestro.
Hélio Santana entende que a banda de música oferece sua contribuição à cultura e história do município. “É uma missão muito importante para Milagres. A banda contribui para o município com suas apresentações, alvoradas festivas, nas procissões tocando seus dobrados, músicas populares. E isso resgata a cultura milagrense”, frisou.
Entre outros instrumentos, a banda possui percussão, caixa, bumba, prato, surdo, trombone, tuba, bombardão, bombardino e saxofone. Os dobrados mais tocados são Batista de Melo, 220 e Dois Corações.
Ouça no player abaixo a íntegra da entrevista que o maestro Hélio Santana concedeu ao Portal OKariri e Som da Terra FM.


Postar um comentário

0 Comentários