Random Posts

Médico alerta os cuidados para evitar a “virose da mosca”

Foto /Reproduçaõ

Doença se deve à reprodução do inseto no período de chuvas. Entre os sintomas estão a ânsia de vômito, diarreia, coriza, febre, dor e moleza no corpo

Com o período de chuvas no Ceará, prolifera-se a chamada “virose da mosca”. Antônia Silva está com a avó internada no Hospital Regional de Iguatu, a 380 quilômetros de Fortaleza. A suspeita é que seja exatamente a tal virose. O médico Francisco do Carmo explica que a doença se deve à reprodução do inseto neste período do ano, quando as chuvas são mais frequentes.

As crianças têm mais facilidade de contrair a doença. No caso, a mosca acaba carregando bactérias e germes para alimentos, que ao serem ingeridos, desencadeando uma série de sintomas, como ânsia de vômito, diarreia, coriza, febre, dor e moleza no corpo.

As dicas para evitar a “virose da mosca” são lavar bem as mãos e os alimentos, além de manter a hidratação do corpo. Qualquer manifestação dos sintomas, o paciente deve procurar atendimento médico.

Com informação Tribuna do Ceará

Postar um comentário

0 Comentários