Ministério Público manifesta-se contrário ao aumento de salário de prefeito, vice, secretários e vereadores de Juazeiro - Som da Terra FM - sdt

últimas

Pedir Música

Post Top Ad

Post Top Ad

quinta-feira, 15 de março de 2018

Ministério Público manifesta-se contrário ao aumento de salário de prefeito, vice, secretários e vereadores de Juazeiro



Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através do promotor de Justiça Igor Pinheiro, manifestou-se nesta terça-feira (13), em autos de ação civil pública, contra o pedido formulado à Justiça pelo prefeito de Juazeiro do Norte, José Arnon Bezerra, no sentido de autorizar o aumento de seu subsídio para R$ 33.000,00, que é valor superior ao recebido pelo presidente da República, vice-presidente da República e ministros de Estado, cujos subsídios não chegam a R$ 31.000,00. Na solicitação, José Arnon também pede a liberação para aumentar a remuneração dos secretários municipais e do vice-prefeito, nas seguintes proporções:
Durante a Legislatura 2013 – 2016, o ex-prefeito Raimundo Macedo  percebia o subsídio R$ 25.000,00, enquanto que o vice-prefeito fazia jus ao subsídio de R$ 16.000,00. Os secretários municipais ganhavam R$ 8.500,00 e os vereadores recebiam o subsídio de R$ 10.012,50.

Com a proposta de reajuste dos subsídios para a Legislatura 2017 – 2020, criada e aprovada pela Câmara Municipal de Juazeiro, o subsídio do prefeito sobe  para R$ 33.000,00 (aumento de 32%), enquanto que o vice-prefeito faria jus ao subsídio de R$ 21.000,00 (aumento de 31,25%). Os secretários municipais ganhariam R$ R$ 12.100,00 (aumento de 42,35%) e os vereadores receberiam o subsídio de R$ 12.661,12 (aumento de 26,45%).

(com informações do site do mpce)


Nenhum comentário:

Post Top Ad