Neymar diz ao Barça que vai para o PSG, se despede dos companheiros e nem treina - Som da Terra FM - sdt

Breaking

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Neymar diz ao Barça que vai para o PSG, se despede dos companheiros e nem treina

Neymar chega ao CT do Barcelona, de onde foi embora cerca de meia hora depois (Foto: Ivan Raupp)



A Novela da provável transferência de Neymar para o Paris Saint-Germain parece estar perto do fim. Na manhã desta terça-feira, o craque foi ao centro de treinamento do Barcelona, como estava previsto pelo clube após ele voltar da China - onde teve compromissos com patrocinadores -, mas ficou lá por pouco mais de meia hora apenas e foi embora no momento em que o treino comandado pelo técnico Ernesto Valverde começava. O GloboEsporte.com apurou com fontes próximas à situação que o atacante se despediu dos companheiros no vestiário, dizendo que irá mesmo para o PSG.

Neymar chegou ao CT em seu carrão azul por volta das 9h locais (4h de Brasília), acompanhado de dois amigos, Joclécio e Álvaro Costa. Às 9h35, ele saiu pelo mesmo portão. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do Barça, que confirmou as informações.

- O jogador se reapresentou ao Barcelona como estava previsto. Mas, antes do treino, comunicou aos companheiros sua intenção de deixar o clube. Dada essa situação, o treinador o liberou da atividade para definir seu futuro - disse a assessoria, por telefone.

Após deixar o CT, o craque foi ao estádio Camp Nou acompanhado dos mesmos amigos e também de seu pai e empresário, Neymar Silva Santos. Eles foram para uma sala da diretoria e tiveram uma reunião com o presidente do Barça, Josep Maria Bartomeu.

O camisa 10 da seleção brasileira está decidido a ir para o PSG, e o Barcelona já havia jogado a toalha na tentativa de demovê-lo da ideia. Os catalães estão no aguardo do pagamento da multa rescisória de 222 milhões de euros (o equivalente a R$ 820 milhões, na cotação atual) por parte dos franceses. Por conta dessa pendência, a situação de Neymar ainda não foi resolvida.



Por Ivan Raupp, Barcelona, Espanha/Globo Esporte

Nenhum comentário:

Post Top Ad