Breaking News
recent

Justiça suspende cobrança de consignados que excedam 35% da renda de aposentados



A Justiça Federal do Ceará determinou que o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e 14 bancos suspendam desconto em folha de valores excedentes ao permitido nos empréstimos a aposentados e pensionistas, que é de 35%. A decisão vale para todo o país.

O G1 entrou em contato com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), mas a federação informou que não poderia se posicionar e que as informações devem ser obtidas junto aos próprios bancos. A liminar é resultado de ação civil pública ajuizada pelo procurador da República Oscar Costa Filho, do Ministério Público Federal do Ceará (MPF-CE).

Uma instrução normativa de 2015 permite que as instituições descontem no máximo o equivalente a 35% de aposentadorias e pensões - 30% em empréstimo pessoal e 5% relativos a pagamento de dívidas no cartão de crédito. No entanto, segundo o MPF-CE, investigações mostraram que há aposentados com o ''contracheque quase todo comprometido por empréstimos consignados, ou seja, extrapolando os limites legais". São inúmeros casos de desrespeito ao limite legal conforme inquérito civil, de acordo com Costa Filho.

Os 5% provenientes de despesa ou saque no cartão de crédito não poderão ser adicionados à margem do empréstimos pessoal (de 30%), ressalta a Justiça federal, na decisão.

Na decisão, liminar, a 8ª vara da Justiça Federal determina ainda que as instituições financeiras suspendarm quaisquer restrições cadastrais por causa de inadimplência dos titulares dos benefícios. Também deverão ser suspensos os débitos em conta provenientes de empréstimos tomados por titulares de benefícios previdenciários oriundos de eventuais inadimplências das operações que não obedeçam ao limite de 35% previsto em lei.

As instituições financeiras obrigadas a cumprir a decisão são Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Santander, Bradesco, HSBC, Banco BMG, Itaú Unibanco, Banco Mercantil do Brasil, Banco Cooperativo Sicredi, Banco Cooperativo do Brasil, Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes), Banco do Estado do Rio Grande do Sul, Banco do Estado de Sergipe e Banco de Brasília (BRB).


Com informações do G1-CE
SOM DA TERRA FM

SOM DA TERRA FM

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.