Simpósio tentará sanar problemas dos resíduos em Juazeiro - Som da Terra FM - sdt

últimas

Pedir Música

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Simpósio tentará sanar problemas dos resíduos em Juazeiro

Juazeiro do Norte sediará simpósio sobre resíduos sólidos (Foto: Normando Sóracles/Agência Miséria)

Juazeiro do Norte sediará um Simpósio Internacional que tratará sobre a politica de Resíduos Sólidos no Cariri. O evento acontecerá nos dias 30 e 31 de julho 2016 no Memorial Padre Cícero. Especialista de vários lugares da região, do Brasil e de outros países, como a Alemanha, Áustria e Hungria ministraram palestras e debates em busca de alternativas para a destinação do material produzido pela população e consequentemente a conservação do meio ambiente.

O simpósio será dividido em três vertentes que tratam apresentação de um estudo gravimétrico que revelam quais os principais fatores que provocam a produção dos resíduos. O estudo conta com a participação de 40 universitários de diversos cursos no cariri que estão sendo treinado para sanar a questão dos resíduos. Além da apresentação do coordenado do estudo que foi designado da Alemanha para desenvolver o processo.

Em seguida haverá a apresentação de tecnologias que poderão ser implantadas em Juazeiro do norte para resolver a questão do lixo no meio ambiente. Técnicos da Universidade Regional do Cariri, de Fortaleza, do estado de Pernambuco e da Alemanha apresentaram alternativas viáveis para cada tipo de material que é produzido e qual a melhor destinação para cada um deles.

E em um terceiro momento serão apresentadas as formas de financiamento para os projetos de destinação do material. A expectativa é que empresários de todos os cantos possam apresentar interesse em explorar a fonte de recurso que há na questão dos resíduos que aqui são produzidos.

Conforme destacou o presidente da autarquia municipal de meio ambiente de Juazeiro do Norte (AMAJU), Eraldo Oliveira, na oportunidade será apresentado um biodigestor alemão que será instalado na cidade para resolver a questão da matéria orgânica. Além da incorporação dos catadores do município no processo destinação dos resíduos .

A intenção, conforme destacou Eraldo, é inverter a logica do processo e ao invés de constituir apenas um aterro sanitário, estabelecer uma logística de diminuição de produção de resíduos, reutilização, reciclagem, tratamento e só então haja o material que será destinado para os aterros, conforme prevê a lei 12 305/2010 que trata sobre a destinação de resíduos sólidos no Brasil.

Com informações do site miséria

Nenhum comentário:

Post Top Ad