Parcelas do 13º injetam R$ 494 milhões na economia cearense - Som da Terra FM - sdt

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 5 de julho de 2016

Parcelas do 13º injetam R$ 494 milhões na economia cearense

Um dos primeiros setores beneficiados com o montante será o comércio, que já está animado com as férias e com o turismo neste mês (Foto: Waleska Santiago/Diário do Nordeste)


O Governo do Estado pagará hoje a primeira parcela do 13º salário dos servidores públicos. A parcela representa o montante de aproximadamente R$ 400 milhões e será paga aos 140.634 servidores estaduais, sendo 62.773 ativos e 77.861 inativos e pensionistas. O pagamento da segunda parcela, correspondente aos 50% restantes do benefício, será efetuado em dezembro, em data ainda a ser definida pelo governo.

No dia 17 de junho, a Prefeitura de Fortaleza já havia pago R$ 94 milhões aos servidores municipais, referentes a primeira parcela do 13º. O valor equivale a 40% do total. Ao todo, foram 50.491 beneficiários, sendo 36.226 servidores ativos e 14.265 inativos e pensionistas. O pagamento dos 60% restantes (R$ 214 milhões) está previsto para o dia 20 de dezembro.

A expectativa é que os R$ 400 milhões que serão injetados hoje estimulem a economia local, favorecendo inicialmente o varejo. "Num primeiro momento, esse valor deve ser usado para o pagamento de dívidas. Com isso, se restabelece o crédito, o que favorece o consumo. O valor é relevante, e a forma como será utilizado varia conforme a confiança da população, que vem aumentando", diz o economista Célio Fernando.

Segundo o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado do Ceará (FCDL-CE), Freitas Cordeiro, a antecipação do 13º salário tem sido, nos últimos anos, um dos principais fatores que tornam o mês de julho um dos melhores do ano para o setor. "Esse é um fator importantíssimo. E, historicamente, o segundo semestre é sempre melhor do que o primeiro, e a antecipação do 13° está entre as razões desse avanço".

Melhora

Freitas Cordeiro diz que o resultado do segundo semestre fica em torno de 10% a 15% melhor do que o do primeiro. Ele ressalta que, além da antecipação do 13º salário do funcionalismo público, muitas empresas também começam a pagar o benefício no início do semestre.

"Isso anima o comércio, que é a primeira atividade que se beneficia disso. A indústria também se beneficia, mas para o comércio é imediato", ele diz. "Além disso, neste mês, nós temos as férias e o turismo, que ajudam a nossa economia", completa.

Sem atraso

Para Célio Fernando, só o fato de o governo do Ceará realizar o pagamento em dia já é significativo, uma vez que muitos estados brasileiros encontram-se inadimplentes. "Hoje, você tem 20 ou mais estados da federação que não estão pagando os servidores em dia, ainda mais o 13º", afirma o economista.

Na avaliação de Freitas Cordeiro, o mês de julho é um divisor de águas para a economia, em geral, e para o varejo, em particular. "Para o comércio, é muito bem-vindo", diz.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Post Top Ad