Polícia prende acusados de assalto que resultou na morte de comerciante irmã do radialista Delton Sá - Som da Terra FM - sdt

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Polícia prende acusados de assalto que resultou na morte de comerciante irmã do radialista Delton Sá

“Andrezinho” foi preso no início da tarde e o seu comparsa agora há poupo. (Foto: Normando Sóracles/Agência Miséria)


A Polícia de Juazeiro prendeu na tarde desta terça-feira os dois acusados de envolvimento em assaltos e que, num deles, na noite de domingo, efetuaram um disparo o qual atingiu no pescoço a comerciante Ana Telma Pinheiro Sá, de 38 anos. Ela era irmã do radialista Delton Sá e possuía um estabelecimento comercial no cruzamento das ruas São Benedito e Belo Horizonte (José Geraldo da Cruz) em Juazeiro. A mesma saía à porta quando foi atingida por uma bala perdida e morreu na UPA Limoeiro.

Por volta das 13 horas de hoje, a polícia prendeu Francisco André Alves Ferreira, de 18 anos, apelidado por “Andrezinho”, o qual se encontrava sentado à calçada de sua casa na Rua da Paz, 1560 no bairro João Cabral. O imóvel fica perto do cruzamento com a Avenida CHESF onde a moto roubada pela dupla e usada em outros assaltos foi abandonada. Uma testemunha viu os dois passando em alta velocidade e, depois, deixando a moto de lado.

Quando as equipes do Serviço de Inteligência e do Ronda Tático de Apoio (RTA) se aproximaram de Andrezinho este não esboçou qualquer reação. A caminho da 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil, este disse que apenas pilotava a moto e acusou o seu comparsa apelidado por “Mineirinho do João Cabral” como autor do disparo. Admitiu ainda o roubo da moto na Rua 1º de Maio e uma sequência de roubos de celulares.

Detalhou que o comparsa tomava os aparelhos com arma apontada para as vítimas e este apenas recolhia e guiava o veículo. No caso da comerciante morta, Andrezinho falou ter havido uma reação e, supostamente, uma pessoa ia atirar um litro de aguardente quando “Mineirinho” efetuou o disparo. A prisão de Andrezinho foi determinante para a localização do seu comparsa por volta das 16h30min na Rua Socorro Norões Mota no bairro Triângulo já incluindo inspetores da Polícia Civil. O menor de iniciais C. R de O., de 14 anos, estava refugiado na casa de sua irmã que é acusada do tráfico de drogas e ele confessou ter atirado. O mesmo já possui uma vasta ficha criminal.






Com informações do Site Miséria

Nenhum comentário:

Post Top Ad