Palestra debate a condição da mulher negra no Cariri - Som da Terra FM - sdt

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Palestra debate a condição da mulher negra no Cariri

Foto:Divulgação

O racismo contra a mulher negra será debatido na noite desta terça-feira (21) na Universidade Federal do Cariri (UFCA). A iniciativa é do curso de Administração Pública e contará com a participação da historiadora, membro do grupo ‘Pretas Simoa’, Karla Alves.  A roda de conversa terá como tema “Racismo epistemológico e a opressão da mulher negra: Por uma educação descolonizada”.

O debate vai abordar temas que envolvem a posição que a mulher negra ocupa na sociedade e de que maneira esse fenômeno ocorre no Brasil. A palestrante, Karla Alves, destaca que uma pirâmide social se forma à medida que as diferenças são tratadas como condição social e nesse processo a mulher negra é a mais afetada negativamente. “A mulher negra é colocada no ponto mais baixo dessa pirâmide. É o que chamamos de porões da sociedade”, afirma Karla.

Ainda de acordo com a palestrante, até a construção do saber cientifico é afetado pela influência dos difusores do conhecimento. Ela destaca que essa perspectiva já existente nos formadores e formam-se novos pensamentos distorcidos que alimenta a condição de discriminação já existente. “Essa situação interfere desde a questão de empregabilidade até a exposição à agressão físicas, a que as mulheres negras estão mais expostas”, revela.

O autor do projeto que promove a série de palestras, professor do curso de administração pública da UFCA, Ricardo Macedo, explica que essa é uma iniciativa que tenta promover a interação entre a sociedade e academia. “A gente consegue perceber que é preciso incluir na agenda pública a admissão tanto de gênero quanto de raça”, conta.

A intenção é entender como se dá o surgimento da discussão das classes com palestrantes que tenham envolvimento com o próprio meio. A palestra ocorre na noite desta terça-feira (21_, a partir das 19h e será aberta ao público. Os interessados devem comparecer na sala 87, do bloco amarelo no campus Juazeiro da UFCA.

Com informações do Site Miséria

Nenhum comentário:

Post Top Ad