Conselho de Ética pode votar cassação de Cunha hoje - Som da Terra FM - sdt

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Conselho de Ética pode votar cassação de Cunha hoje

O conelho volta a se reunir hoje na câmara. (Foto: Zeca Ribeira/Agência Câmara)


O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados realiza sessão nesta quarta-feira (1) para a leitura, discussão e votação do parecer Marcos Rogério (DEM-RO), relator do processo de Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O deputado deve pedir a cassação do mandato do presidente afastado da Câmara. Caso seja aprovado, o processo vai a votação no plenário.

Marcos Rogério entregou seu parecer e voto sobre o caso nesta terça-feira (31). O teor do voto ainda não é público, mas o G1 apurou que o deputado pedirá a cassação do mandato de Cunha. Ele defenderá no documento que o presidente afastado da Câmara mentiu à CPI da Petrobras ao afirmar que não tem contas bancárias no exterior.


O relator do Conselho de Ética, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), entrega parecer favorável à cassação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em Brasília (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)
O presidente do Conselho de Ética da Câmara, deputado José Carlos Araújo (PR-BA) - com documento na mão -, recebe parecer e voto de Marcos Rogério (DEM-RO) - de terno azul -, relator do processo do presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em Brasília (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)
Marcos Rogério vai citar no relatório o conjunto de provas produzidas, entre elas as que apontam recebimento de propina por Cunha no esquema de corrupção da Petrobras. Mas, no voto, vai levar em conta somente a acusação de que Cunha mentiu.


O objetivo é evitar a anulação do processo, pois uma decisão do presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), limitou o foco das investigações à questão das contas no exterior. Maranhão também encaminhou consulta à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, questionando genericamente os ritos dos processos de quebra de decoro parlamentar de deputados federais - que pode vir a evitar a cassação de Cunha.


(G1)

Nenhum comentário:

Post Top Ad