Prefeituras recebem reajustes do Fundeb de 2015 neste mês - Som da Terra FM - sdt

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 26 de abril de 2016

Prefeituras recebem reajustes do Fundeb de 2015 neste mês


Como já esperado pelos gestores públicos, o Ministério da Educação publicou, recentemente, portaria com os reajustes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB) para o exercício de 2015. No entanto, segundo eles, as complementações ainda não são suficientes para cobrir a real necessidade relacionada com os pagamentos salariais dos professores e demais despesas da educação.

O presidente da Associação das Prefeituras do Ceará (Aprece), Expedito do Nascimento, esclarece que tais valores são a diferença que deveria se inserir nas mensalidades repassadas aos municípios. “Sempre no mês de abril, é divulgada a receita do Fundeb efetivamente realizada no ano anterior. Assim, é feito o ajuste da receita disponibilizada pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios ao Fundeb em relação à previsão de receita anteriormente divulgada por portaria interministerial”.

Junto com a complementação, é repassado o valor correspondente a 10% do total que deveria ser destinado à integralização do piso salarial dos professores da educação básica, que a União reteve nos repasses mensais. Conforme a Portaria, as três maiores cidades da região do Cariri receberão, ao todo, cerca de R$ 5 milhões de repasse. Em Juazeiro do Norte, serão R$ 396.020,32 mil (complementação) mais R$ 2.505.652,87 milhões (de auxilio de pagamento do magistério), totalizando R$ 2.901.673,19 milhões. No Crato, R$ 210.216,55 mil com R$ 1.330.057,26 milhão, resultando em R$ 1.540.273,81 milhão. Já Barbalha, os valores são 116.296,57 mil e 735.817,86, somando R$ 852.114,43 mil.

Zarele Catonho, secretária de Gestão, Administração de Finanças de Juazeiro, declara que os valores são insuficientes para a demanda real dos municípios. “De toda forma isso deixa os municípios em situação desconfortável, pois há um descompasso entre receita e despesa. Em 2015, por exemplo, houve um aumento de 9,49 % de repasse (inflação mais 3,5 %), enquanto o piso foi elevado em 13,1%. O resultado foi a necessidade de esperar por recursos para completar a folha de pagamento”.

Os valores dos ajustes serão repassados até o fim do mês de abril, para o pagamento de 60% (pagamento aos professores) e 40% (demais despesas). Os gestores municipais devem ter conhecimento dos valores de créditos ou débitos em suas contas, além de reorganizarem o planejamento municipal de Educação, orienta a Aprece. Informações colhidas nas três secretarias em questão confirmam negociações entre prefeituras e seus respectivos professorados, para o reajuste deste ano, já que, novamente, os repasses do Fundeb estão menores que a proposta de reajuste salarial do magistério.

Para 2016, Crato deve receber um total de R$ 50.494.512,81, sendo R$ 887.415,29 (parcela) e R$ 1.879.232,38 (integração). No Juazeiro, há previsão de R$ 93.397.402,59 (anual); R$ 1.641.411,68 (mensal) e R$ 3.475.930,62 (complementação). 85% das verbas devem ser pagos até 31 de dezembro. Já a integração é paga em duas vezes, em julho (2016) e janeiro (2017).

Fonte: Jornal do Cariri

Nenhum comentário:

Post Top Ad