Ceará tem média diária de 40 pedidos de medida protetiva para mulheres - Som da Terra FM - sdt

Breaking

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Ceará tem média diária de 40 pedidos de medida protetiva para mulheres

Pedidos são feitos a mulheres que se sentem ameaçadas de violência (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)

A Delegacia da Mulher de Fortaleza recebe, em média, 40 pedidos de medida protetiva a mulheres que sofrem agressão ou ameaças de companheiros e ex-companheiros. A medida garante, por força judicial, que o agressor não se aproxime em menos de 100 metros da pessoa que se sente ameaçada.

Algumas mulheres que solicitaram a medida alegam que a determinação judicial chegou ao agressor. "Por conta da demanda, nós sofremos uma demora, mas eu digo que é muito importante essa medida para garantir a integridade física da vítima", explica a titular da Delegacia da Mulher, Rena Gomes.

"Ele continua na perseguição, continua me difamando, sou mãe dos três filhos dele, e ele não considera, não nos deixa em paz. Já fiz três medidas protetivas e nunca chegam a ele", diz uma mulher que não quer se identificar.

Homicídio de mulheres no Ceará

Em 2015, o Ceará registrou o terceiro maior número de homicídios de mulheres, segundo o estudo "Mapa da Violência 2015: Homicídio de Mulheres". De acordo com a pesquisa, a taxa do Ceará atingiu a marca de 6,2 a cada 100 mil mulheres colocando o estado em oitavo lugar na lista por unidades da federação, o terceiro no Nordeste ficando atrás apenas de Alagoas (8,6) e Paraíba (6,4).

Entre 1980 e 2013 foram assassinadas 106.093 mulheres, 4.762 só em 2013. O país tem uma taxa de 4,8 homicídios para cada 100 mil mulheres, a quinta maior do mundo, conforme dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) que avaliaram um grupo de 83 países.

Entre 2003 e 2013, o número de homicídios de mulheres passou de 3.937 para 4.762, aumento de 21% no período. As 4.762 mortes em 2013, último ano do estudo, representam uma média de 13 mulheres assassinadas por dia.

Fonte: G1 CE

Nenhum comentário:

Post Top Ad