Ceará e Bielorrúsia assinam acordo para instalar fábrica - Som da Terra FM - sdt

últimas

http://stream.sejahost.com.br/player-html5/ODc4NCtZ?skin=sem_rtmp&autoplay=true&cor=126999

Post Top Ad

Post Top Ad

terça-feira, 15 de março de 2016

Ceará e Bielorrúsia assinam acordo para instalar fábrica



O Estado do Ceará firmou Acordo de Cooperação com a República da Bielorrússia, em encontro realizado na tarde desta segunda-feira (14), no Palácio da Abolição. Na ocasião, o governador Camilo Santana recepcionou o governador da Região de Mogilev, Vladimir Domanevski, e o embaixador da República da Bielorrússia no Brasil, Leonid Krupets, entre outras autoridades e empresários do país do Leste Europeu.

O acordo econômico concretiza negociações iniciadas em fevereiro do ano passado, quando representantes da embaixada estiveram reunidos com o governador Camilo Santana. "Esse acordo é um passo importante para aproximar o Ceará da Bielorrússia e permitir a troca de experiências entre o nosso Estado e o país do Leste Europeu. Será fundamental, inclusive, para que os empresários dos dois países possam realizar negócios entre si", citou o governador.


A comitiva é formada por 15 integrantes e conta com empresários dos segmentos de carne, peças e construção de tratores, laticínios, doces, frutas, bebidas, entre outros segmentos. Ainda na tarde desta segunda eles visitaram a Federação das Indústrias do Estado do Ceará e, na terça-feira (15), conhecem o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) e a Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE Ceará), que possui potencial para receber empresas da Bielorrússia.


Fábrica de tratores

Segundo o embaixador Leonid Krupets, ainda em fevereiro de 2015, investidores da Bielorrússia manifestaram interesse em instalar uma fábrica de tratores no Complexo Industrial e Portuário do Pecém. A fábrica seria uma joint-venture entre empresários cearenses e europeus. A primeira etapa do empreendimento seria a montagem dos equipamentos. Após consolidada, ocorreria a produção de motores e peças. Só então é que se daria a montagem dos veículos no Ceará. Em outro momento, começaria a produção de peças e motores.


Outros interesses da missão se concentraram na área de fruticultura irrigada e no estabelecimento de parceria de intercâmbio educacional entre o Ceará e o país europeu.


(Governo do Ceará)

Nenhum comentário:

Post Top Ad