Polícia prende mulher acusada do tráfico de drogas em Brejo Santo e um jovem homicida armado em Juazeiro - Som da Terra FM - sdt

Breaking

Post Top Ad

Post Top Ad

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Polícia prende mulher acusada do tráfico de drogas em Brejo Santo e um jovem homicida armado em Juazeiro

Gildete foi presa com drogas em Brejo Santo e Fred armado em Juazeiro (Foto: Reprodução)

Uma mulher de 58 anos de idade foi presa em Brejo Santo sob a acusação do tráfico de drogas, enquanto um rapaz de 21 anos e já suspeito de um homicídio estava armado com um revólver em Juazeiro do Norte. O primeiro aconteceu por volta das 20h30min na Rua Padre Abath, 295 no centro de Brejo Santo, onde estava Maria Gildete Pereira de Sousa, de 58 anos, conhecida como a “Vovó do Tráfico” que mora na Rua José Inácio de Lucena no bairro Araujão daquele município.

A polícia já tinha recebido denúncias anônimas que, no local, funcionava uma “boca de fumo” e uma equipe foi lá sob o Comando do Major Sobreira. A mulher estava com 184 pedras de crack, dois celulares, uma identidade e um cartão bancário em nome de Wenya Santos de Almada, uma tesoura, um relógio e R$ 990,00 em dinheiro. Segundo a polícia, Gildete integra uma família conhecida como “Família do Tráfico”, a partir do irmão Gilson Pereira Santos, o “Toicin”, preso na Penitenciária de Juazeiro por este motivo.

Também condenado por tráfico de drogas, o filho e a esposa de “Toicin”, identificados como “Anderson” e “Francilene”, cumprem pena num presídio de Juazeiro (BA). Já a amásia de “Toicin” que a polícia identificou apenas como “Edilânia” e outro filho dele a garota “Juliana” foram autuados pelos mesmo crime. Ontem, Gildete foi trazida para autuação em flagrante na Delegacia de Juazeiro.

Pedras de crack encontradas em poder de Gildete em Brejo Santo

ARMA – Já por volta das 22 horas, no cruzamento das ruas Antônio Nunes de Alencar e Artesão Manoel de Barros (Tiradentes) em Juazeiro, militares do Ronda do Quarteirão prenderam Luiz Kleber Ferreira Dantas, de 21 anos, o Fred, residente na Avenida Aílton Gomes (Pirajá). Ele pilotava uma moto Honda Fan 125 de cor preta e placa PNC-0736 levando na garupa uma adolescente de 17 anos. Com o jovem, os PMs encontraram um revólver calibre 38 com seis cartuchos intactos.

“Fred” já responde por outro crime de porte ilegal de arma de fogo em abril de 2013. Um mês depois, ou mais precisamente no dia 1º de maio de 2013, ele matou o ajudante de mecânico Jean Silva Gonçalves, de 26 anos, que residia na Rua João Inácio Gomes, 110 (Triângulo). O crime aconteceu no cruzamento das ruas Rui Barbosa e São Benedito (Casas Populares) e a vítima morreu no Hospital Santo Antonio de Barbalha. Segundo disse na época à polícia, Jean tinha tentado matá-lo em abril de 2010.


Com informações da agência Miséria

Nenhum comentário:

Post Top Ad