Ceará reduz homicídios em 11% em 2015; é a 1ª redução em 17 anos - Som da Terra FM - sdt

últimas

Post Top Ad

Post Top Ad

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Ceará reduz homicídios em 11% em 2015; é a 1ª redução em 17 anos

Foto/ reprodução

O Ceará reduziu em 11% o número de homicídios em 2015 em relação ao ano anterior, segundo balanço parcial dos números disponíveis no portal da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS). No ano passado foram 3.952 mortes violentas; e em 2014, 4.439 homicídios. É a primeira vez em 17 anos que o Ceará reduz o número de assassinatos.
No início do ano, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), havia estabelecido a meta de reduzir em 6% o número de assassinatos.

Até novembro do ano passado, os números oficiais apontavam 3.663 homicídios no estado. Em dezembro foram pelo menos 289 mortes violentas, o que totalizaria 3.952 homicídios durante todo o ano. Nos dias 16 e 17 de dezembro, no entanto, não foram registrados os crimes ocorridos na região “Interior Norte” do estado. Os documentos públicos da SSPDS registram a informação “os dados CPI não chegaram a tempo para a confecção deste relatório” nas datas.

Os homicídios – e outros crimes – são registrados no portal da SSPDS com base em informações da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) e Comando de Policiamento do Interior (CPI).
De acordo com os órgãos, a maioria dos homicídios (81%) são causados à bala, e em seguida (14%) à faca. Também há registros de mortes violentas a pauladas, a pedradas e "outros meios". Em dezembro de 2015, o dia mais violento foi à véspera do Natal, dia 24, com 19 homicídios. No dia 20 do mesmo mês foram 14 assassinatos.

Chacinas
Entre os crimes violentos no Ceará em 2015 ocorreram cinco chacinas, uma delas o caso que ficou conhecido como a Chacina da Messejana, em 11 de novembro, em que 11 pessoas foram assassinadas. A polícia investiga se as mortes em série tem relação com o assassinato de um policial horas antes. Ninguém foi preso.

Em abril deste ano, seis pessoas foram assassinadas em Sobral, no interior do Ceará. Das seis pessoas assassinadas, cinco moravam na mesma casa. Emily Farias, de 15 anos, o namorado e primo dela, Geovane Nascimento, além da mãe de Patrícia Farias da Silva, de 30 anos, a avó Maria de Jesus da Silva, de 53 anos, e Aureliano da Silva Ribeiro, 21 anos.

A única vítima que não morava na casa era Benedito Gomes da Silva, de 39 anos. Ele era vizinho da família. "Tudo leva a crer que o vizinho, o Benedito, estava no momento errado, na hora errada", diz Vieira. Dois suspeitos foram presos.

Do G1 CE

Nenhum comentário:

Post Top Ad